INTRADERMOTERAPIA/MESOTERAPIA/APLICAÇÃO DE ENZIMAS

Tratamento de gordura localizada/estrias/flacidez/queda de cabelo

Aqui na TRACTE Estética Avançada você encontra a possibilidade de tratar gordura localizada, estrias e flacidez corporal através da Intradermoterapia (mesoterapia), aplicada por MÉDICOS certificados e com experiência na área!

Esse método é basicamente a aplicação de enzimas (licenciadas, certificadas pela ANVISA e produzidas em laboratórios de altíssima qualidade com produtos importados)!
Através da aplicação dessas enzimas, com uma agulha de pequeno calibre, diretamente na gordura localizada (desde que na profundidade correta e realizado por profissional experiente), irá atuar na quebra das moléculas de gordura!

Esse método também auxilia nos tratamentos de Flacidez; Estrias e Queda de Cabelo!
As sessões podem ser semanais ou quinzenais de acordo com o tratamento, e no caso de tratamentos corporais é necessário a pratica de atividades físicas e dieta para auxiliar nos resultados!

A intradermoterpia ou mesoterapia consiste na administração de substâncias ou enzimas abaixo da pele, em diferentes níveis, dependendo do local e da alteração a ser alcançada. O tratamento da lipodistrofia engloba gordura localizada e celulite, pois as substâncias melhorarão a perfusão local, promovendo quebra de gordura e proporcionando redução de medidas e melhora no quadro celulítico.

 

1 – Qual o princípio básico do tratamento e seus resultados?

A intradermoterapia propõe a introdução de medicamentos na derme, camada profunda da pele, através de agulha apropriada de quatro ou seis milímetros de comprimento. Os medicamentos devem ser administrados em pequenas quantidades em cada ponto de aplicação, no máximos 0,2 mililitros, e espalhados em todo leito a ser tratado com vários pontos neste mesmo leito.

Ao aplicar um medicamento perto do local afetado pela patologia o leito sanguíneo não deve ser atingido, portanto não se espalhe por todo organismo, a ação deste tratamento será muito mais efetiva que pelas vias tradicionais. Quando se da um medicamento pela via oral, este medicamento passa pelo tubo intestinal, atingindo a circulação venosa, passando pelo coração para daí atingir o tecido a ser tratado.

Imagine que isto faz com que uma grande quantidade de medicação sejam administrada para uma pequena quantidade atingir o tecido a ser tratado.

Na intradermoterapia é necessário uma quantidade muito menor de medicamento, para tratamento de tendinites usamos até vinte vezes menos de anti-inflamatório por semana, evitando os efeitos colaterais esperados destes medicamentos como gastrites, entre outros.

O princípio do tratamento baseia-se em conceitos muito conhecidos pela medicina clássica, que são três:

Estimulação neuro-sensorial da puntura.

Estimulação imunológica local da pequena irritação local provocada.

Efeito farmacológico do medicamento.

 

2 – O que é Intradermoterapia ?

A intradermoterapia é um procedimento originado na França em 1952 pela primeira vez realizado pelo Dr Michel Pistor, médico ruralista do povoado De Bray Lu a 60 quilômetros da Capital Francesa.

Dr. Pistor tratando um paciente com procaína, por via endovenosa, um anestésico local disponível na época para o tratamento de asma brônquica pulmonar, ouviu do cliente o seguinte relato: “Eu não melhorei da asma Doutor, porém, escutei o relógio de carrilhão bater à noite inteira, o que não acontecia há muito”

Pistor então teve a ideia de injetar a procaína próxima do pavilhão auricular em pequenas quantidades e na derme, aproximadamente a 4mm de profundidade.

Desta ideia inicial de Pistor passou-se a tratar várias patologias perto do pavilhão auricular como eczemas, inflamações em geral e distúrbio de articulação têmporo-mandibular.

É claro que o tratamento não foi instituído para surdez , mas foi o ponto de partida para desenvolver a ideia na França e posteriormente em todo o mundo.

Atenção: O resultado do tratamento pode variar conforme o organismo da(o) cliente.